Ir al contenido principal

Barcelona, cheguei!! E agora? (A Continuação).



Essa é a continuação da séria Série: “Barcelona, cheguei!! E agora??”

No capítulo anterior vimos alguns detalhes sobre os preparativos antes de viajar. A partir de agora a coisa é prá valer!!! Dicas para ajudar na sua adaptação nos primeiros dias em terras Catalanas.



*RECÉM-CHEGADOS.

*COMUNICAÇAO – Gosto de falar a todos este detalhe da comunicação com a galera no Brasil, porque é algo que me parece extremamente importante e porque já “caí” em algumas situações desnecessárias por pura falta de experiência...Ai, ai, se eu tivesse o “Albergue” para me avisar!!

Bom, é muito comum que dentro do próprio aeroporto vocês encontrem uma série de representantes de empresas telefônicas oferecendo cartões de chamadas internacionais que podem ser utilizados nos próprios orelhões locais. Gente....espera!! Sei que a vontade de dar notícias, de chamar mamis para dizer “mainha!! Entrei!! Ta tudo ótimo!!” – é irresistível. Mas hoje em dia existem algumas alternativas para fazer isso sem que vocês caiam, no que para mim é um “golpe”, do cartão telefônico. São caros, nada fáceis de utilizar e ninguém nunca sabe quanto crédito tem de verdade.

Com isso de wi-fi por todos os lados, sempre é mais vantagem enviar um zap-zap, chamar por skype, Face e etc...até que, de verdade, você possa ligar como Deus manda. Antigamente – e hoje também, mas não com tanta força – em Barcelona, quer dizer, na Espanha o jeito mais comum e barato de fazer contato com parentes no exterior era se dirigir ao “Locutório” mais próximo e pagar alguns cêntimos de Euro por uma chamada. Vocês vão rapidamente identificar os Locutórios! Lojinhas comandadas normalmente por Indianos ou Paquistaneses, com uma série de cabines telefônicas e, boa parte, com computadores enfileirados que também podem ser utilizados mediante pagamento de uma módica quantia. Cada bairro – no mínimo – tem 1 (um) Locutório.

O que acontece hoje com mais freqüência, além das conexões internéticas, é que se compra o próprio chip para o celular com um número habilitado e tarifado especialmente para chamadas entre países. Acredite!! Sai bastante em conta!

Não quero fazer propaganda, até porque ninguém está me pagando para isso, mas com certa companhia eu ligo do meu celular para a casa de meus pais no Brasil por 0,01Euro/min!! Sério!! Pessoas....parece mentira, mas não é!! Para maiores informações e tarifas dirijam-se ao locutório mais próximo e falem com seu “Paquiamigo”!!



*TRANSPORTE – Locomoção é algo extremamente fácil em Barcelona. Pode ser que a princípio e por falta de conhecimento do idioma e da cidade, o fofo ou a fofa, se perca um pouco.

Mas sabe que gente?? Se percam muuiitooooo!!! Eu acredito que “se perder” é parte essencial do processo de aprendizagem...digo mais!! Faz parte do processo de auto-conhecimento. Enfrentar situações adversas fora do “habitat natural” nos ajuda a entender melhor o quanto estamos capacitados, ou não, para lidar com os eventuais obstáculos da vida. Anyway....psicologia a parte, voltemos ao tema!

O sistema de transportes é completamente integrado, o que significa?

Ë assim: com o mesmo bilhete você pode aceder ao Metrô, ônibus, Tranvia e aos Trens de cercanias (são os trens que não apenas servem para chegar às cidades vizinhas (Pueblos), mas funcionam também como um complemento do metrô rodando por Barcelona). Desta maneira, além de ser prático, o transporte pode ser bastante econômico.

Por exemplo: Um bilhete simples esta custando 2.15 Euros e não permite que você troque de transporte, ou seja, faça um transbordo. Porém, se você adquire um T-10, além das dez viagens que podem ser feitas, você tem 1.15hora para trocar de transporte – sair do metrô e pegar um busú - sem nenhum custo extra. Este cartão custa 10.30 Euros (zona 1) e pode ser utilizado por mais de uma pessoa. Além do T-10, que é o mais comum, existem vários outros tipos de abonos. O interessante é sempre pensar o quanto você vai precisar do transporte e comprar o que mais se encaixa com seu perfil: estudante, trabalhador, família numerosa, vivo longe do centro, turista...etc.

Link Interessante:


Nesta página, oficial, você vai encontrar os diferentes tipos de abonos, preços e onde podem ser comprados.

*Pergunta Freqüente: “Vou precisar de um bilhete destes para sair do aeroporto?”

*Resposta: Se você pretende pegar um Aerobus (ônibus que faz a linha do Aeroporto) até o centro, primeiro vai precisar de um bilhete do próprio Aerobus. Pode pagar entrando no ônibus, custando 5.90Euros a viagem; ida e volta 10.20Euros (Atenção que essa suposta volta tem apenas 15 dias de validade). Também se pode comprar com antecedência através do site:


Se a intenção é pegar o trem que sai do Aero, aconselho que sim, comprem um T-10! Até porque, seguramente, vocês vão precisar finalizar a viagem até em casa (ou Hotel, ou Albergue, ou tralálá) em Metrô ou Bus; economia e tranqüilidade minha gente!!

Dica!! Dica!! Galera....outro dia “blogueando” daqui e dali, encontrei uns meninos que haviam feito um “mochilao” pela Europa e davam dicas de como burlar e não pagar transportes para fazer economia na viagem. Vamos combinar? “Economia de palito”, não é meu povo??

Pelo amor de Deus!! Que coisa mais desagradável é arriscar passar por uma situação constrangedora por uma módica quantia de 2.00Euros – sim! Porque existe uma intensa fiscalização dentro e fora dos transportes, inclusive os próprios usuários não simpatizam nada com os espertinhos que tentam “colarse” sem pagar. Guardem essa dica, viu pessoal?!!



*ALQUILANDO Y CANTANDO – Pessoas amadas....normalmente uma listinha com regras básicas para alugar apartamento – ou quarto – é sempre útil. Principalmente se é a primeira vez que vocês estão tendo contato com este tipo de procedimento. Não serve apenas para Barcelona! Em geral, na Espanha, é assim que “a banda do aluguel toca”:

·         A primeira coisa importante é: tenha tranqüilidade para encontrar seu canto. Não adianta muito sair buscando loucamente desde o Brasil, ou da onde quer que esteja, sem visitar, sem ver as condições do local, o bairro e – principalmente – sem ter contato físico com quem está alugando. Believe!! Você pode ter muitos problemas! Aconteceu comigo! Aluguei desde o Brasil, falei com a proprietária só uma vez por telefone; não verifiquei o estado do AP. No final tive que deixar o depósito por que ela dizia uma coisa e eu outra....confusão! Lição aprendida. Ok! Pede ao amigo um sofazinho por uns dias, vai para um Albergue baratinho, busca algo temporário, isso sim, pode ir marcando as visitas um pouco antes de sair do Brasil para ter a sua listinha pronta quando chegar (isso adianta bastante), mas deixa para concretizar o seu aluguel em pessoa...de preferência cara a cara com o proprietário.

·         Tenham em mente alguns termos como:

- Alquilar piso / Alugar apartamento.

- Compartir piso / Dividir apartamento.

- Compartir Habitación/Dividir quarto.

- Alquilar Habitación / Alugar quarto.

- Finca con escaleira ou Finca con ascensor / Edifício com escada ou elevador.

- Ubicaciones / Localizações.

- Baño privado ou compartido / Banheiro privativo ou dividido.

- Gastos incluídos / Contas de água, luz e condomínio já incluídas no preço final do AP.

- Piso amueblado / AP. mobiliado.

- Fianza / Depósito de garantia; É como uma “caução”.

- Balcón o Terraza / O balcão é uma varandinha, normalmente bem pequena. A Terraza já pode vir a ser uma varanda maior ou uma “laje” ao ar livre, na parte superior da casa.

·         Separem o dinheiro do aluguel pensando na “bendita” Fianza para não terem nenhuma surpresa. Gente....é regra geral! Muito raro que algum proprietário ou quem quer que esteja alugando um piso não te cobre, no mínimo, um mês de depósito. Normalmente são dois!! É assim: Preço do AP + 2 meses de Fianza.

·         Quando buscarem em anúncios de Internet, os mesmos vão estar classificados em duas categorias, que são: Particular ou Agencia. Quando você aluga diretamente com o proprietário, que é o particular, normalmente são negociações mais informais, dá prá “chorar” um pouquinho com relação à Fianza e dá para economizar alguma coisa no que diz respeito aos “gastos de gestão”. Isso sim!! Faça um contrato!! PELO AMOR DE DEUS!! Por sua segurança e por que, com certeza, este mesmo contrato vai servir para que você possa se empadronar, abrir conta no banco e etc... Importante!!

·         O pessoal da agência com certeza, além dos dois meses de Fianza irredutíveis, também vai te cobrar pelos gastos de gestão do contrato. Galera...é assim!! Existe muito Piso bom particular e outros bastante bons com as agências. Tem que garimpar um pouco daqui e de lá, marcar visitas e escutar (estudar também) as condições oferecidas pelos dois. Não dá para “vilanizar” as agências porque regras são regras. Resta saber se você está disposto a pagar por elas! Na hora de sair do AP. vocês devem dar, no mínimo, um mês de aviso. Não notificar com antecedência a saída é motivo para que fiquem com a fianza, ta pessoal?! Outra coisa!! É bastante comum querer pagar o ultimo mês de aluguel com o dinheiro do depósito que está em mãos do proprietário. Amados....conselho!! Se vocês não entrarem em comum acordo previamente, isso pode causar bastante problema – bastante imenso – durante este derradeiro mês. Inclusive acho que é até ilegal! Bom...melhor é fazer tudo como Deus manda e ficar na paz!

·         Tenha em mente que alguns bairros sempre serão bem mais caros que outros (e disso posso falar como maestria! Já moramos de norte a sul na Cidade Condal). Bairros mais turísticos como o Sagrada Família ou os que são turísticos + centro da cidade como Las Ramblas, Cataluña, Passeig de Gracia, Universitat, Borne ou bairros que estão perto das praias como Barceloneta e Vila Olímpica sempre serão um pouco mais caros, porém existem vantagens poéticas agregadas aos preços! Exemplo: em Barceloneta – sou suspeita para falar, amo esse bairro! – nada mais que 5 minutos de caminhada te levam ao Passeio Marítimo, é um bairro boêmio repleto de restaurantes, bares, cafés super charmosos; “paquiamigos”, supermercados (Inclusive o Mercado Central da Barceloneta que é como uma grande feira) e, com 15 minutos de caminhada agradabilíssima, se alcança Las Ramblas de Cataluña, ou seja, centro da cidade. Mas, caro amigo/a, se você é do tipo mais reservado e prefere uma morada mais tranqüila, um pouco afastada da “muvuca”, poucos turistas, podendo assim pagar um “tantin” mais barato, opções não te faltarão! Vizinhanças estupendas como o Bairro de Gracia (já morei, uma delícia), Maragall, Poblenou, Lês Corts, Nou Barris, Sant Andreu (já morei e amei!)....podem ser bastante agradáveis e cômodas para viver.



*BUSCANDO TRABAJO – As perguntas deste tópico sempre me chegam assim: “Jú, você tem alguma dica de vagas?”, “Sabe de algum setor contratando?”, “Melhor buscar em site ou pessoalmente?”....vamos lá!!

Infelizmente não tenho uma agência de empregos, podia até ganhar dinheiro com a quantidade de gente que já me procurou e ainda o faz nesta vida. Tenho prazer em compartilhar o que sei...isso sim!!

Galera...antes de tudo, lembrem-se que “Habemus Crisis”, ok? Fato!

Não é que não existe emprego, ele existe! Só que em menor quantidade, paga-se menos; muitos contratos “basura” (lixo) que te indicam que vocês devem estar atentos para o que te oferecem e o quanto vão te pagar por isso.

Barcelona é uma cidade mega-turística. E uma classe de turismo que não é sazonal, ou seja, ele existe o ano inteiro (um pouco menos em inverno). Daí já se sabe qual o setor que, bem ou mal, está sempre contratando: Hosteleria/Restauracion. Os deixo um dado coletado agora na net:

·         Dentro do loquo.com existem 2.749 publicações de vagas, no setor hosteleria/restauración, só em Barcelona.

Claro que muito dessas supostas “vagas” devem ser descartadas...filtrem bastante cada anúncio minha gente! Mas – algo que já disse antes e volto a repetir – o Loquo é meio que um “termômetro” para o que rola na cidade. Mesmo que você não encontre nada, dá para ter uma noção da movida laboral.

Além do loquo – WWW.loquo.com - existem alguns outros sites interessantes como:




Normalmente se deve fazer um cadastro ou publicar seu currículo ou apenas chamar ao número publicado e marcar sua entrevista.

Pessoal...façam um bom currículo, não mintam nas experiências porque eu mesma já liguei para consultar de alguns candidatos e peguei uns quantos na mentira. Muito feio! Fiquem atentos ao quesito idioma, pois erros de linguagem podem descartar de primeira seu CV. Também relacionado ao idioma, não coloquem que falam Español no currículo e cheguem para a entrevista com seu bom “Portuñol”...nao dá!! É melhor optar por outros idiomas que vocês dominam e dizer que o “Español” está, digamos, em andamento.

Dica!! Dica!! Essa eu sempre acerto no alvo. Nunca erro! Façam boas cópias do currículo, usem um papel decente e coloquem foto – é lenda isso de que “foto não é necessário”...é sim!! Principalmente no setor turístico. Organizem sua pastinha, coloquem debaixo do sovaco e vão “bater perna”. É meu povo!! Nada de ficar na frente de um computador só enviando e enviando.....Isso sim!! Dependendo do que você está interessado em fazer! Se o caso é de um profissional, com título convalidado, cheio de experiência e ramo de atuação definido...aí sim! A internet pode ser grande aliada para fazer contato com empresas específicas. Mas se você é da galera que quer ganhar experiência, fazer seu dinheirinho para estudar ou viajar, ou seja, começar a trabalhar já! Ir para a rua e buscar é a maneira mais rápida de encontrar “curro” em Barcelona. Andem pelas Ramblas – ou pelos bairros turísticos em geral - olhem as vitrines do centro onde sempre estão colocados cartelitos de “Buscamos camareros”, “Buscamos dependienta”...falem com as pessoas, digam que querem falar com o encarregado e deixem o currículo em mãos! Gente...funciona! Foi assim que, uma semana depois de chegar a Barcelona, eu arranjei um bom emprego em uma grande Companhia.

Quero dedicar este tópico a um grande amigo – Ramiro Martins – que nos deu exatamente esta dica há nove atrás (talvez ele nem lembre) e que hoje passo adiante com conhecimento de causa. Valeu Ramirao!



Queridos....paz na jornada e muita sorte!



Abraço!




Fotos: Barcelona Port Vell (fotos do meu arquivo pessoal).

Comentarios

Entradas populares de este blog

O Bairro e o Mar...poeticamente La Barceloneta.

De todos os cantos do mundo Amo com um amor mais forte e mais profundo Aquela praia extasiada e nua, Onde me uni ao mar, ao vento e à lua.                                           (Mar – Sophia de Mello Breyner Andresen)


Não posso falar de meu bairro...não posso falar de La Barceloneta sem antes postar uma imagem feita com os “olhos do meu coração”. Faz tempo que queria escrever algumas linhas boêmias sobre essas ruas pequenas, sobre estes cafés de esquina, a confusão ruidosa do mercado central, o vai e vem dos “guiris” (gringos) no passeio marítimo...faz tempo. Faz também muito tempo de minha íntima relação com La Barceloneta – o bairro favorito de minha mãe (e de meu pai). Dona Nita caminha sem rumo por estas “calles”, fascinada com o vizinho que coloca o seu varal de roupa na calçada, do lado de fora de casa, e que aos outros vizinhos não lhes importe nem o mínimo a coleção de intimidades que aí está exposta. Minha mãe que em apenas um mês pode construir uma relação de sólida amizade c…

Recomeçar do começo....

Foram muitos meses....uma pausa bastante larga...porém necessária. Todos os processos da vida requerem certo tempopara serem bem assimilados. E pensando bem, foi rápido! Nesses dez meses de ausência aqui do Blog deixamos o Brasil – no verão (e isso deve ser dito) – e voltamos a Barcelona no inverno. Lulu, nossa filha, tinha acabado de fazer um ano. Começamos em uma casa nova e dois meses mudamos a outra. Jadiel levou dois meses em um trabalho e então decidiu mudar (e já leva Oito meses no seu trabalho atual); eu que levava dois anos afastada da vida laboral por muitos motivos (entre eles meu projeto mãe) voltei à ativa....e rápido! O que para Lulu foi um pouco repentino. Passou de sua rotina de estar em casa comigo todos os dias a freqüentar uma escolinha aonde – desde as professoras até os coleguinhas – todos falavam com ela em Catalão.....e tudo na mesma semana!!! Levou dois dias exatos para se adaptar (Graças a Deus); foi uma das melhoras decisões que tomamos: sofrida, mas acertada…

Sair ou não do Brasil? Eis a questão....

Gente! Vamos combinar! Sair do aconchego, da facilidade, das delícias - e às vezes dissabores – da casa de nossos papis é bastante complicado! Imagina então quando essa saída é uma “cruzada de charco” tremenda e você vai parar lá em outro canto do mundo! Com a gente foi bem assim...
Um grande amigo – Victor Aloy – tinha resolvido viver em Barcelona. Até este ponto para mim Espanha era a terra de minha mãe, dos meus avós e dos demais parentes que nunca tínhamos conhecido. Legal! A vida inteira tivemos a dupla cidadania e nunca soubemos muito bem o que fazer com ela. Numa reviravolta do destino, Paty, minha Irma, de um dia para outro resolve “dar um tempo do Brasil” e também vai para Barcelona. Ok! Exatamente um ano depois, eu e Jadiel, três meses de casados, desembarcávamos em El Prat – aeroporto de Barcelona – com 9 malas, 6 amigos, um punhado de Euros no bolso e muitas idéias na cabeça.
Pensando friamente, e quase nove anos depois, em um bom linguajar español eu diria que: “hay que ten…